Publicidade

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Tablets nas escolas públicas.

 
Ao  ler um artigo no site http://revolucaoebook.com.br constatei que a notícia comprova mais uma vez a situação caótica do ensino brasileiro, pois existem problemas estruturais e conjunturais. Se a informática Educativa e o programa PROINFO existem desde a década de 90 fica a seguinte indagação. Porque as escolas de ensino médio e o curso de formação de professores (ex professores primários, hoje professores do 1º segmento do Ensino Fundamental e as Faculdades e Universidades que oferecem cursos de licenciatura ) não disponibilizam formação tecnológica para seus alunos ? Outra indagação Porque não existe uma consulta as bases (professores regentes, ex professores que poderiam contribuir para a implantação dos projetos ( ex:  Um Computador por Aluno  (U.C.A), e os tables que estão sendo disponibilizados com o nome de U.T.A ou Um Tablet por Aluno).

O maior problema diz respeito a nomeação de pessoas ligadas aos políticos municipais e estaduais que não conhecem nada de tecnologia, nunca ministraram aulas nos diferentes segmentos do ensino básico e se tornam secretários de educação "donos do poder"     
 





sábado, 15 de setembro de 2012

Mandriva Class





A Mandriva Linux esta entrando no mercado de e-larning com a distribuição Mandriva Class.
 
O Mandriva Class é uma distribuição linux destinada ao aprendizado em tempo real, ou seja professores e alunos vão interagir em uma sala de aula virtual.


A distribuição vem com uma interface intuitiva permitindo o compartilhamento/colaboralção de telas e conteúdos em tempo real. As salas de aulas virtuais são criadas rapidamente com poucos cliques pelo professor. O software é disponibilizado em duas  edições (uma para aluno e outra para professor).

Segundo o blog oficial da Mandriva a distribuição vem para fornecer uma plataforma para a educação profissional com requisitos mínimos e um preço justo.

                             
                                                                                







terça-feira, 11 de setembro de 2012

Age of Empires.

O Assunto de Hoje é sobre outro clássico dos games o jogo Age of empires.

O jogo desenvolvido pela Esemble Studios e distribuido pela Microsoft é baseado em estratégia em tempo real podendo ser jogado pelo  modo mapa aleatório ou campanha.
Os dois primeiros títulos da série  Age of empires I e sua expansão the Rise of Rome são baseados nos eventos ocorridos na Europa, Ásia e África, indo desde à idade da pedra até a antiguidade clássica,  baseando-se nas guerras do Ocidente e do Oriente durante as quatro idades que são:
Idade da Pedra, Idade da pedra Polida ( idade da Ferramenta), Idade do Bronze e Idade do Ouro.
A sua Expansão The Rise of Rome é baseada na formação do Império Romano.

A sua continuação Age of Empires II Age of Kings  e sua Expansão Age of Empires conquerors são focadas nas conquitsa militares da Idade Média (ou idade das trevas) até o início da Idade Moderna. e a conquista espanhola do Império Asteca.
Já o Age of Empires III e suas expansões The War Chiefs e Asian Dynasties se baseiam na épocas pré-modernas  com a inclusão dos períodos de expansão de muitas  nações asiáticas e colonização européia  da América.
O Age of Mitology e a sua expansão the Titãns se baseiam nas mitologias gregas, nórdicas e egípcias.
Esses jogos servem bastante para o professor trabalhar com os alunos, pois eles mostram o que você precisa fazer para evoluir uma ferramenta, passar de uma era para outra, existem ainda as opções de diplomacia onde se pode fazer acordos .

O Jogo Mostra que para crescer evencer o jogo  uma civilização precisa dominar as outras, essa estratégia permite ao professor discutir com os alunos a validade ou não desse porcesso de dominação.  
   
Abaixo algumas telas dos jogos da série Age os Empires.


            Age of empires I


            Age of Empires II


                 Age of Empires III

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Jogo Civilization


Existe uma grande variedade de jogos que podem ser usados para serem trabalhados nas aulas pelos professores.

No artigo de hoje estarei falando sobre o jogo Civilization.

A série Sid Meier's Civilization é umas das que podem ser usadas pelos professores de história para demosntrar para os alunos como as civilizações foram construidas. Enriquece o vocabulário por exemplo: termos como Aqueduto, Falanges, Irrigação, Ferro, Bronze etc..são mostrados no jogo.O jogo desenvolve  conceitos políticos como: Monarquia, Fundamentalismo, Democracia, República. Permite Conhecer algumas cosntruções como: O Colosso do Rhodes, As Pirâmides do Egito, As Grandes Muralhas. etc. O jogo  permite ao jogador vivenciar todas as etapas do desenvolvimento da história do ser Humano partindo do ínício da civilização até os dias atuais mostrando o desenvolvimento tecnológico. Mas não adianta o professor deixar o aluno jogar de início, é preciso que o professor conheça o jogo para montar a aula em cima dele.

Atualmente o jogo Civilization encontra-se na sua quinta versão.