Publicidade

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Linux faz 22 Anos

Hoje dia 26 de agosto de 2013 o nosso querido Linux faz 22 anos.

   Apesar do Linux ser novo é impressionante o quanto que ele se desenvolveu, pois ele é  capaz de ser executado em vários dispositivos.

   Como disse Linux Torvalds em 1991 em uma mensagem ao grupo de discussão comp.os.minix  "Olá para todos vocês que usam Minix estou fazendo um sistema operacional livre (é só um hobby não vai ser grande e profissional como o GNU) para processadores 386 e 486 e clones da plataforma IBM AT. estou trabalhando nele desde abril e está começando a ficar pronto. Gostaria de saber o que as pessoas gostam e desgostam no Mininx".

    Hoje 22 anos depois a mensagem atualizada por Linux faz referência ao crescimento do Linux e a sua capacidade de ser executado em vários dispositivos que vão desde os supercomputadores até os celulares.

"Olá para todos vocês que usam Linux. Estou fazendo um sistema operacional livre (é só um hobby mesmo sendo grande e profissional) para processadores 486 e  clones da plataforma IBM AT e mais novos e também para qualquer outro dispositivo existente. Estou trabalhando nele desde abril de 1991 e ainda não está pronto. Gostaria de saber as coisas que as pessoas gostam e desgostam no Linux 3.11-rc7", mensagem publicada na rede social Google+.

   Dessa  vez Linux fez uma brincadeira com a versão 3.11 do Linux. Que ele disse que se chamaria de "Linux for Workgroups" fazendo referência ao Windows 3.11 da Microsoft.
   O linux 3.11 traz melhorias nas placas de videos da Radeon, AMD e conta também com suporte a tecnologia Rapid Start da Intel. Segundo Torvalds a versão definitiva do Kernell (núcleo do sistema) 3.11
"sairá em uma semana".


domingo, 11 de agosto de 2013

UTA - O Tablet para os alunos .


Tablets nas escolas .

“Tablets que o MEC disponibiliza para os professores da rede pública”.

O MEC está disponibilizando os Tablets da Positivo para os professores da rede pública . Os Tablets são bastante parecidos com os da linha Ypy também da positivo que é vendida no varejo desde 2011.

A Positivo uma das vencedoras da licitação feita no começo de 2012 ficou responsável pela produção e venda de 650 mil Tablets (dependendo da demanda dos Estados) os 250 mil restantes ficaram com a CCE, adquirida pela Lenovo .

Os Tablets são distribuídos em dois modelos, um de 7” e outro de 9,7” (como os Ypy no varejo) sendo que este são modelos Wi-Fi

                                                                     Tablets Positivo Ypy

A Intel fará curso de qualificação dos professores.

As configurações segundo o MEC são essas:

Modelos
Modelo de Tablet Tipo1
Tela: LCD de 7 polegadas tipo touch multitoque capacitivo, resolução de 1024 x 600 pixels, formato 16:9
Sistema operacional: Android 4.0, Português Brasil
Processador: 1GHz
Armazenamento: 16GB (com possibilidade de expansão de até 32GB com cartão Micro SD Card)
Conectividade: Rede sem fio IEEE 802.11 b/g/n e Bluetooth 2.1 + EDR
Câmeras: Frontal VGA e traseira de 2,0MP
Medidas: 196 x 120 x 11,4mm (LxAxP) (Largura x Altura x Profundidade)
Peso: 398g (sem a capa emborrachada)
Modelo de Tablet Tipo 2
Tela: LCD de 9,7 polegadas tipo touch multitoque capacitivo, resolução de 1024 x 768 pixels, formato 4:3
Sistema operacional: Android 4.0, Português Brasil
Processador: 1GHz
Armazenamento: 16GB (com possibilidade de expansão de até 32GB com cartão Micro SD Card)
Conectividade: Rede sem fio IEEE 802.11 b/g/nTM e BluetoothTM 2.1 + EDR
Câmeras: Frontal VGA e traseira de 2,0MP
Medidas: 242 x 186,1 x 10,8mm (LxAxP)
Peso: 606g (sem a capa emborrachada)
O preço dos tablets são estes (valores unitários)
  • Tablet Tipo 1 (7″): R$ 276,99
  • Tablet Tipo 2 (9,7″): R$ 462,49 (regiões Nordeste e Sul) e R$ 461,99 (Centro-Oeste, Norte e Sudeste)
O CCE de 7” custa R$ 278,90
São 450 mil Tablets de cada tamanho que totalizam 900 mil a tabela com os valores encontra-se aqui(link)

Link Tabela de Quantidade e valores Tablets FNDE


Segundo o MEC, O foco inicial são os professores do Ensino Médio da rede pública que receberão treinamento no primeiro semestre de 2013 e os Tablets no segundo

O Tablet chama a atenção por possuir uma cor amarelo muito forte e os dizeres na parte de trás “Ministério da Educação” e “Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação”


Link reportagem MEC


Algumas considerações:

- Não existe uma internet de alta velocidade em todas as salas de aula de todo o país ainda mais Wi-Fi.

- Os professores não têm: interesse, disponibilidade de tempo em ser capacitarem.

- Os alunos tinham que ficar com os equipamentos (Tablets ou UCAs) para terem uma melhor aprendizagem tecnológica e não terem que devolver depois de um certo tempo.

- Aqui em Nova Friburgo os UCAs só foram distribuídos para a zona rural , sendo que agora só se está tendo aulas de informática em zonas consideradas de risco, e as outras zonas porque foram ignoradas?

- Os cursos que são oferecidos tinham que se atualizar e oferecer uma parte de informação técnica (manutenção) aos educadores.

- Por que o MEC ainda teima com telas de 7”, (parece que eles não aprenderam com o erro dos UCAs), que tipo de qualidade de ensino eles pretendem “aplicar “ nas escolas? Qual professor que realmente se sente motivado ao utilizar um computador com uma tela pequena para ensinar , e qual aluno se sente motivado a aprender.