quarta-feira, 18 de julho de 2018

A Red Hat e o CentOS consertam o bug do kernel nas versões mais recentes do sistema operacional, instruem os usuários a atualizar





Usuários do Red Hat Enterprise Linux 7 e do CentOS 7 são afetados

As comunidades Red Hat e CentOS anunciaram esta semana a disponibilidade de uma nova atualização de kernel para as mais recentes séries de sistemas operacionais Red Hat Enterprise Linux 7 e CentOS Linux 7 que corrigem um bug importante.

Parece que houve um bug na atualização anterior do kernel Linux para as versões Red Hat Enterprise Linux 7.5 e CentOS Linux 7.5, que foi lançada para abordar a vulnerabilidade de segurança do Specter V4 , fazendo com que as informações de rastreamento de conexão não funcionassem corretamente, o que poderia levar perda de conectividade e vazamento de propriedades de configuração relacionadas ao respectivo rastreamento de conexão em outros namespaces.

"Anteriormente, as informações de rastreamento de conexão não eram limpas corretamente para pacotes encaminhados para outro namespace de rede", disse a Red Hat em um comunicado . "Pacotes que foram marcados com o alvo" NOTRACK "em um namespace foram excluídos do rastreamento de conexão mesmo no novo namespace. Consequentemente, uma perda de conectividade ocasionalmente ocorreu, dependendo do conjunto de regras de filtragem de pacotes dos outros namespaces de rede."

Os usuários são convidados a atualizar seus sistemas imediatamente

O problema foi corrigido pela Red Hat na última versão de sua série de sistemas operacionais Red Hat Enterprise Linux 7, incluindo as edições Red Hat Enterprise Linux 7 Desktop, Workstation e Server, Red Hat Enterprise Linux 7 para IBM System z, IBM System z ( Estrutura A), POWER Big Endian, POWER Little Endian, ARM64, POWER 9, bem como o Red Hat Enterprise Linux EUS Compute Node 7.5 e Red Hat Enterprise Linux para Computação Científica 7.

Os desenvolvedores do CentOS seguiram o exemplo, como de costume, e também receberam uma atualização do bugfix do kernel para a série do sistema operacional CentOS Linux 7 para corrigir a função nf_reset () que limpa corretamente as informações de rastreamento de conexão que não causam mais os problemas mencionados acima. Ambas as comunidades Red Hat e CentOS pedem que seus usuários atualizem para a última versão do kernel disponível nos repositórios oficiais o mais rápido possível e depois reiniciem seus sistemas.


Até a próxima!!